EXPOSIÇÃO LUGARES DE (IM)PERMANÊNCIA

Esta iniciativa convida artistas e criativos a “habitar” os bairros periféricos de Lisboa: o resultado é uma investigação/exposição sobre a imigração e gentrificação na cidade, que pode agora ser visitada na biblioteca da NOVA-SBE – Campus de Carcavelos, entre 15 de Fevereiro e 15 de Março de 2024.

O coletivo curatorial Mais uno +1 dinamizou, no verão de 2024, a primeira edição da residência multidisciplinar PLAY(THE)GROUND com o tema, “PLACES OF (IM)PERMANENCE / LUGARES DE (IM)PERMANÊNCIA”. Em colaboração com a associação local AMRT (Associação para a Mudança e Representação Transcultural). O projeto convidou um grupo diverso e internacional de criativos de diferentes áreas (pintura, arte sonora, arquitetura e audiovisual) a desenvolver projetos em dois estúdios localizados no seio de dois bairros periféricos da grande Lisboa (município de Loures), em colaboração com as comunidades locais: o bairro do Talude (bairro alto construído, composto maioritariamente por comunidades oriundas de Cabo-Verde) e o bairro da Quinta-da-Fonte (bairro social, composto por comunidades africanas e afrodescendentes e portuguesas).

Trata-se de uma iniciativa que cria um diálogo entre as vozes de comunidades de territórios tendencialmente marginalizados e centros universitários, potenciadas pelos projetos criativos. É a primeira vez que se criam residências artísticas e multidisciplinares nestes bairros (e que se convidam artistas e criativos a frequentá-las de forma continuada), que habitualmente ficam fora dos circuitos culturais, artísticos e de investigação. A exposição reflete também o interesse da NOVA-SBE em acolher projetos de arte e inovação social, assim como de receber novos públicos, sendo esta a primeira exposição realizada no edifício da Biblioteca. Finalmente, pretende-se trazer mais representatividade das comunidades periféricas ao panorama artístico e académico.

A exposição inaugura dia 15 de Fevereiro de 2024 às 18h00, na – Nova School of Business and Economics, Carcavelos, na NOVA-SBE Library), e decorre até dia 15 de Março.

Conta com obras de Alberto Maria Gatti/Lorenzo Ballerini (IT), Elena Aya Bundurakis (GR/JPN), Marianne Delaforge (FR), Marie Jiménez (DOM), Muro Atelier (PT/FR): Joana Tomas / Vincent Rault, Rita Leitão (PT), e Zala Pori (SI), adicionalmente, inclui programa público diversificado que inclui performances, mesas redondas com investigadores artistas e participantes, workshops e visitas guiadas aos territórios em colaboração com as comunidades destes bairros. O programa pode ser consultado no website do Mais uno +1 e a exposição está aberta ao público durante o horário de funcionamento da biblioteca.

O objetivo do programa é estimular a investigação e a experimentação a partir dos territórios, respondendo diretamente ao conhecimento local, assim como às suas problemáticas. Espera-se, com esta experiência, estimular a aprendizagem entre os residentes e as comunidades locais de forma horizontal, aprofundar o espírito crítico, e potenciar as comunidades através de projetos criativos. Nesta primeira edição, que decorreu durante o período de férias escolares, o foco foram as crianças residentes nestes bairros.

As residências PLAY(THE)GROUND pretendem desenvolver-se em diferentes áreas da cidade, regressando aos bairros periféricos no próximo Verão. Estão abertas a qualquer profissional ou estudante que deseje trabalhar a partir dos territórios, de forma experimental e criativa, independentemente da sua área de formação.

O desejo de apresentar os resultados da residência em contexto universitário com o apoio da NOVA-SBE é o de fomentar novas colaborações no âmbito da inovação social, estimular a aprendizagem sobre temas sociais assim como novos pensamentos sobre a cidade.

@ Nicole Sanchez : 2023
@ Nicole Sanchez : 2023

@ Nicole Sanchez : 2023
@ Nicole Sanchez : 2023

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Relacionadas

Notícias mais lidas

Assembleia Geral AMRT

Convocatória para Assembleia Geral no dia 24 de março de 2024. Ordem de Trabalhos:  Aprovação do relatório de atividades e contas de 2023 Informações: Situação